Início » Alimentos falsos saudáveis: saiba como reconhecê-los
Saúde e Alimentação

Alimentos falsos saudáveis: saiba como reconhecê-los

A busca por uma dieta equilibrada tem conquistado cada vez mais pessoas em todo o mundo. Não por acaso, preencher o carrinho com opções de alimentos saudáveis é tarefa fácil hoje em dia, tendo em vista a vasta prateleira dos supermercados que oferecem opções prometendo baixas calorias e gorduras. Barrinhas de cereais, pães integrais e granolas são alguns dos itens mais conhecidos da alimentação fitness. Mas será que esses alimentos são realmente saudáveis como garantem?  Ter uma dieta balanceada e saudável não precisa ser uma missão impossível. No entanto, com o aumento das ofertas que se dizem saudáveis, é importante desconfiar quando a promessa parece ser boa demais. É o caso dos alimentos falsos saudáveis.

Continue lendo e entenda o que são e como evitá-los.

Afinal, o que são alimentos falsos saudáveis?

Se você nunca ouviu falar desse termo, vamos lá! Alimentos falsos saudáveis são aqueles que disponibilizam um forte apelo à atribuição sadias como baixo nível de sódio, açúcar, gordura e outros incrementos que prometem ajudar na composição de uma alimentação equilibrada. Quando na verdade, a sua composição real contém ultra processamento, alto nível de gordura, calorias, gorduras trans, aditivos químicos etc.

Quando falamos sobre alimentos saudáveis, aqueles que são mais naturais (chamados in natura) saem em primeiro lugar na lista, portanto, alimentos que passaram por por pouco ou nenhum tipo de processo de industrialização. Ou seja, itens de origem natural, obtidos diretamente de plantas ou de animais para o consumo sem que tenham sofrido alterações. Como exemplo: frutas, verduras, folhas, legumes, ovos, carnes e peixes.

Já os alimentos processados ou ultraprocessados possuem componentes que aumentam o seu prazo de validade, mas também impactam à saúde, se consumidos frequentemente. Sendo assim, por terem baixa qualidade nutricional e serem ricos em açúcar, gorduras, sal e aditivos, os alimentos ultra processados causam problemas como aumento do risco para doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, hipertensão, aumento do colesterol e obesidade.

Principais alimentos falsos saudáveis 

A seguir, confira alguns dos alimentos mais conhecidos.

Barrinha de cereal

Alimentos falsos saudáveis 2

Apesar de ser uma opção muito prática, alguns tipos de barrinhas de cereais contém altos níveis de corantes, aromas, aromas e apresentam grandes quantidades de açúcar. Nesse sentido, o açúcar pode estar presente em componentes como xaropes de milho, frutose, sacarose etc. Por isso, é importante selecionar bem a barrinha que irá consumir ou até fazer algumas trocas como incluir aveia, quinoa e flocos de arroz na alimentação.

Refrigerante zero açúcar

Alimentos falsos saudáveis 3

Todos nós ouvimos falar que o refrigerante comum contém muito açúcar e por isso, a bebida no formado zero açúcar parece ser uma boa troca. No entanto, na falta desse item, a composição desses refrigerantes é compensada por altas quantidades de sódio que pode causar hipertensão, se a bebida for ingerida com muita frequência.

Suco de caixinha

suco-de-laranja

É comum encontrar opções de sucos de caixinha que podem parecer saudáveis, mas são ricos em açúcares, acidulantes, conservantes e corantes artificiais que são prejudiciais à saúde. Portanto, devido ao seu alto valor calórico, o uso contínuo dessa bebida está associado ao ganho de peso e à obesidade.

Pão integral

De acordo com o Guia Alimentar para a População Brasileira divulgado pelo Ministério da Saúde, os pães de pacote, que são vendidos nos supermercados, figuram na categoria de alimentos ultra processados. Isso indica que em sua composição, são adicionados aditivos químicos e ingredientes modificados que são utilizados para prolongar a validade do alimento.

No entanto, vale ressaltar que existem boas opções de pão integral nas gôndolas do supermercado, porém, para identificá-las é preciso checar o rótulo. Isso porque algumas opções utilizam farinha branca na composição, ou seja, a mesma farinha utilizada no tradicional pão francês. Portanto, o pão só é integral se o primeiro ingrediente do rótulo for farinha de trigo integral.

Outro aspecto importante é avaliar a quantidade ingredientes como estabilizantes, açúcar, óleo de soja, sal e propionato de cálcio, já que esses itens reduzem a qualidade do alimento.

Granola 

Geralmente, a granola é um acompanhamento de frutas e açaí, a granola concentra grãos, frutas secas e sementes, o que é saudável para o nosso consumo. Porém, altas quantidades de açúcar também fazem parte dessa mistura para tornar o alimento mais palatável. Por isso, é interessante apostar em opções sem açúcar ou utilizar a aveia.

Desvendando o rótulo dos alimentos falsos saudáveis 

Os rótulos podem dizer mais do que qualquer propaganda que destaque as principais atribuições do produto. Por isso, saber interpretá-lo é essencial para fazer a checagem e preencher o carrinho de compras com mais clareza e variedade. A embalagem do produto é responsável pela comunicação entre o produtor e o consumidor. Portanto, nele estão contidas as informações importantes que devemos saber antes do consumo como lista de ingredientes, origem, prazo de validade, conteúdo líquido e lote.

O mais importante ao analisar um rótulo é que os ingredientes estão em ordem decrescente. O primeiro ingrediente é aquele em maior quantidade. Sendo assim, a dica é moderar nos alimentos em que o primeiro ingrediente seja gordura ou açúcar (exemplos: sarose, maltose, glucose, dextrose).

Confira à seguir quais aspectos avaliar ao analisar o rótulo dos produtos:

  • Porção: Indica a quantidade média de consumo do alimento, o que ajuda a compreender a recomendação indicada e evitar excessos.
  • %VD : Esse símbolo significa percentual de valores diários (%VD), e é um número que indica o quanto o produto apresenta de energia e nutrientes em relação a uma dieta 2000 calorias.
  • Medida caseira: Indicada na porção é a medida normalmente utilizada pelo consumidor para medir alimentos. Por exemplo: fatias, unidades, pote, xícaras, copos, colheres de sopa.

Fonte: Vitat

About the author

Avatar

ESTETICASHOP

Add Comment

Click here to post a comment

DESTAQUE NO GUIA DE EMPRESAS

Blogueiras

Stephanie Braga

Stephanie Braga

Cirurgiã Dentista especialista estética facial
Proprietária Instituto Onze

Quezia Pio

Quezia Pio

Esteticista especializada em Ozonioterapia

Lorraine

Lorraine

Esteticista e Biomédica | Mentora da estética e beleza
🚀 Estrategista Digital

abril 2024
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930