Início » Coçar o olho pode causar ceratocone e perda severa da visão
Saúde e Alimentação

Coçar o olho pode causar ceratocone e perda severa da visão

Você já parou para se perguntar quantas vezes coça o olho durante o dia? Esse hábito, que é tão comum, pode ser perigoso para a saúde dos olhos e resultar em uma doença chamada ceratocone.

Recentemente, o influencer Juan Guedes expôs para seus seguidores que foi surpreendido após o diagnóstico da doença. Ele conta que teve uma perda severa da visão, pois tinha o costume de coçar os olhos, principalmente após crises de rinite.

O que é ceratocone?

A ceratocone é uma doença ocular degenerativa que afeta a forma e a espessura da córnea. De acordo com o oftalmologista especializado em ceratocone, Tiago César Pereira Ferreira, não há cura.

“Ocorre uma protuberância em forma de cone na área onde a córnea é mais fina – normalmente no centro ou inferior. Essa alteração, geralmente, leva à visão turva e mudanças frequentes no grau dos óculos e lentes de contato”, explica o médico.

Para casos mais leves, o controle da evolução da doença pode ser feito com óculos ou lentes de contato específicas. Já em casos mais graves, o paciente é submetido a uma cirurgia.

Assim, quando não tratada, a ceratocone pode agravar a perda da visão. Cerca de 10 a 25% dos pacientes podem apresentar diminuição da visão e cicatrizes graves o suficiente para justificar um procedimento de transplante de córnea.

Sintomas da ceratocone

Os sintomas podem variar entre cada pessoa. Mas os mais comuns, segundo Tiago, incluem:

  • Agravamento da miopia;
  • Astigmatismo irregular;
  • Visão embaçada, com piora durante o período noturno;
  • Fotofobia (sensibilidade à luz);
  • Visão dupla;
  • Irritação nos olhos.

Dessa maneira, o oftalmologista lembra que a condição, na maioria das vezes, é indolor. “Qualquer desconforto persistente na região dos olhos deve ser avaliado pelo médico. Vermelhidão, sensação de olho seco, coceira persistente… tudo isso pode ser um sinal de alerta para diversas doenças oftalmológicas”, diz.

Causas

A causa exata para a ceratocone é desconhecida. Mas, ainda de acordo com Tiago, uma conjunção de fatores resulta num defeito estrutural do colágeno com afinamento e irregularidade da córnea.

“Fatores ambientais, comportamentais e genéticos se combinam para o aparecimento do ceratocone. Assim, o ato de coçar os olhos é um dos fatores agravantes mais comuns já conhecidos”, ressalta.

Além disso, a ceratocone é mais comum em pacientes com Síndrome de Down, Síndrome Marfan e amaurose congênita de Leber.

Tratamento

Após o diagnóstico, o tratamento é feito de acordo com o nível de gravidade. O oftalmologista entrevistado explica que os casos leves são tratados com óculos ou lentes de contato gelatinosas. Outra opção são as lentes de contato rígidas permeáveis ​​a gás (duras), para fornecer a melhor visão.

“Quando as lentes de contato rígidas são necessárias, mas não são toleradas pelo paciente, outros procedimentos podem ser considerados. Como por exemplo, o crosslinking, que fortalece a estrutura do colágeno da córnea, evitando a progressão da degeneração”, informa o especialista.

Para os níveis mais avançados de perda da visão o médico pode recomendar cirurgia e implante de segmentos de anel dentro da córnea, a fim de amenizar o formato do cone.

“A cirurgia refrativa não é recomendada para pacientes com ceratocone, pois pode contribuir com o afinamento da córnea” comunica Tiago.

Riscos de coçar o olho 

Apesar de parecer um hábito inofensivo, coçar os olhos pode trazer diversos problemas. Como por exemplo, infecções das pálpebras, conjuntivites, infecções oculares e até mesmo o ceratocone.

“Algumas pessoas desenvolvem esse hábito e a chance de surgir algum tipo de lesão é altíssima. Mesmo coçar o olho esporadicamente, quando surge algum incômodo ou há o contato com algum corpo estranho, é danoso e pode trazer prejuízos à saúde dos olhos, imagine coçar com frequência”, lembra Tiago.

Além disso, o médico informa que pessoas alérgicas com rinite ou sinusite, por exemplo, devem manter a alergia sob controle. Ou seja, fazer os tratamentos e controlar os sintomas.

Por fim, confira algumas dicas que podem ajudar a não coçar os olhos:

  • Evitar ter em casa objetos que acumulam poeira, como cortinas e tapetes. Opte por  materiais menos aderentes e mantenha-os sempre limpos;
  • Se a vontade de coçar os olhos estiver muito intensa, vale usar compressas frias;
  • Umedecer o ambiente. Caso você não tenha um vaporizador em casa, use toalhas molhadas ou bacias de água quente;
  • Manter os pelos dos animais de estimação bem aparados e o banho e tosa adequados.

Fonte: Vitat

About the author

Avatar

ESTETICASHOP

Add Comment

Click here to post a comment

DESTAQUE NO GUIA DE EMPRESAS

Blogueiras

Stephanie Braga

Stephanie Braga

Cirurgiã Dentista especialista estética facial
Proprietária Instituto Onze

Quezia Pio

Quezia Pio

Esteticista especializada em Ozonioterapia

Lorraine

Lorraine

Esteticista e Biomédica | Mentora da estética e beleza
🚀 Estrategista Digital

abril 2024
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930